Praça das Especializadas recebe o nome do Inspetor Galeno

0
381

Por iniciativa do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO), a praça localizada no pátio comum do complexo das delegacias especializadas, no Setor Cidade Jardim, em Goiânia, recebeu o nome do Inspetor Galeno, policial civil que é um ícone para a categoria e que continuou a desempenhar sua função, na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), muito depois de se aposentar, até pouco mais de 100 anos.

O inspetor Galeno Nicodemos Braga morreu aos 104 anos, no dia 14 de janeiro de 2019.
A homenagem ao Inspetor Galeno reuniu hoje dezenas de pessoas na praça que agora leva o seu nome, entre elas, o presidente do Sinpol, Paulo Sérgio Alves de Araújo, o delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares, e a delegada titular da Deic, Mayana Resende, síndica do complexo das especializadas. “O Inspetor Galeno é um exemplo para os policiais civis de abnegação, de apego à sua atividade profissional”, definiu Paulo Sérgio. A solenidade foi realizada de manhã, com início às 10 horas.

Ele conta que a homenagem foi sugerida por policiais civis ao Sinpol, que tomou a iniciativa de procurar o delegado-geral para apresentar a sugestão, que foi acatada. “Ele merece e tem o reconhecimento de todos os policiais por tudo o que fez pela instituição”.
O Inspetor Galeno entrou para a Polícia Civil de Goiás na década de 1960, mas sua relação com a Segurança Pública teve início muito antes: em 1983, foi nomeado delegado de Caiapônia por Pedro Ludovico Teixeira. A partir de 1950, começou a trabalhar como inspetor, em Trindade. Uma década depois, foi diplomado no curso de detetives e inspetores, na primeira turma da Escola de Polícia.

Em 2016, foi homenageado pela Polícia Civil e teve sua imagem estampando um selo dos Correios, por ocasião de seu centenário. Inspetor Galeno freqüentou a Deic até 2018. Em suas entrevistas à imprensa, ele contava que estar na Polícia Civil era um sonho de criança. “Desde menino, tinha vocação para ser polícia”, disse uma vez ao jornal O Popular.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here