Policial goiano participa de seminário internacional de Segurança Pública no DF 

0
1629
O agente goiano destacou a importância de uma Polícia integrada

A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) realizou, durante os dias 25 e 27 deste mês, o 1º Seminário Internacional – Um Novo Olhar sobre a Segurança Pública, em Brasília. O evento contou com inscrições de 450 pessoas de todo o Brasil, que participaram de 15 palestras sobre diferentes temas, como o Enfrentamento à violência contra a mulher e o Combate à Corrupção e ao Crime Organizado.   

As palestras foram ministradas por 23 palestrantes convidados de dez países diferentes, entre eles os Estados Unidos da América e a Inglaterra. Eles compartilharam as suas experiências bem-sucedidas na área da segurança pública com os participantes do seminário.  

Entre os inscritos estava o agente da Polícia Civil de Goiás Marcos Paulo, que atua no 2º Distrito Policial do município de Valparaíso de Goiás, Região do Entorno do Distrito Federal. Ele destacou a importância das palestras ministradas durante os três dias de evento. De acordo com o agente, durante as palestras, o principal destaque que pode ser retirado do evento foi no quesito combate à corrupção e na utilização da tecnologia e na atuação conjunta entre as forças policiais.   

“O mais importante que pude observar foi que o uso da tecnologia a favor da polícia e o compartilhamento entre as forças de segurança pode ser um aliado bastante importante no combate ao crime e, principalmente, à corrupção”, destacou Marcos Paulo, que entende que o uso da tecnologia pode ser muito útil.  

Marcos também ressalta que, durante o seminário, ele observou a atuação bem-sucedida de policiais estadunidenses e ingleses, que apresentaram os seus resultados durante o seminário. “Lá os policiais compartilham as informações e usam a inteligência da Polícia, quase que de forma integral, para combater a corrupção. “Eles utilizam a tecnologia de uma forma muito inteligente e isso é um ponto que precisamos ter como exemplo no Brasil”, comenta.  

O Seminário 

Durante os três dias de evento foram realizadas 15 palestras sobre diferentes temas. Estas palestras foram ministradas por 23 convidados que estão ligados a bons resultados alcançados com as estratégias adotadas em dez países para redução da violência e que se dispuseram a compartilhar estas experiências.   

Também foram compartilhadas experiências bem-sucedidas no Brasil, que foram ministradas por representantes do Ceará, do Rio Grande do Norte e também da Controladoria-Geral da União (CGU), que estiveram presentes para mostrar novas estratégias para a área da segurança pública.  

A maior parte dos inscritos faz parte das forças de segurança locais, como é o caso do agente Marcos Paulo, que atua no Entorno. Os demais convidados são policiais legislativos, federais, servidores dos ministérios da Justiça (MJ) e de Segurança Institucional (GSI), tribunais federais e locais e secretarias de segurança de outros estados. 

Artigo anteriorPolícia apreende menores suspeitos de participar de roubo de veículo
Próximo artigoDicas de como agir diante de golpes que são cometidos pela internet