Atual gestão do Sinpol Goiás encerra mandato com balanço positivo das contas

0
480

A prestação de contas do exercício de 2021 foi o último ato de Paulo Sérgio Alves de Araújo como presidente do Sinpol Goiás. Antes de apresentar a arrecadação, gastos e investimentos, Paulo agradeceu cada funcionário pelo apoio durante seus oito anos à frente do Sindicato. Lembrou também que os números positivos divulgados hoje, dia 17 de maio, só foram possíveis pelo suporte e confiança que recebeu.

Por causa da pandemia, há 2 anos não se fazia o balanço das contas de forma presencial. Sidney Nunes dos Santos, gerente financeiro e administrativo do Sinpol, e o contador Bruno Gustavo Carvalho de Souza mostraram em números os grandes resultados da atual gestão. Um dos registros que mais chama atenção é o aumento do saldo positivo comparado a 2020 que é de 2,91%, mesmo tendo o Sindicato comprado 5 apartamentos em Caldas Novas. Bens que agora fazem parte do patrimônio de cerca de 3 milhões de reais, incluindo o Clube dos Policiais Civis, duas sedes próprias e veículos. Tudo conquistado na gestão de Paulo Sérgio.

De 2020 para 2021 tivemos um aumento de 5,08% na arrecadação. A maior parte, cerca de 96%, é proveniente da mensalidade sindical. E isso mostra o quanto foi importante aumentar o número de sindicalizados para que a atual gestão entregue o caixa no azul. Em 2014, o Sinpol Goiás tinha cerca de mil filiados. Hoje somos quase 2.300. O restante da receita vem da venda de camisetas, distintivos e carteiras.

Em oito anos, o Sindicato conseguiu aumentar em 1.309,52% o dinheiro em caixa que será revertido em benefícios para nossos sindicalizados. A prestação de contas foi aprovada por unanimidade pelos presentes. Os detalhes, como os gastos com funcionários, impostos, publicidade e demais saídas, podem ser conferidos no nosso site, na área restrita.

Artigo anteriorSinpol Goiás solidariza com os colegas da PRF do Ceará
Próximo artigoSinpol tem convênio com salão de beleza