Sete anos de saudade e nenhuma pista

0
504

Foi durante um almoço de domingo que Jose Maycon Anselmo de Souza desapareceu, aos 26 anos. Ele estava com o pai, o irmão e tio em uma chácara no Jardim dos Ipês, em Aparecida de Goiânia. José Maycon, que tem transtorno mental, voltaria para casa no fim do dia, mas sumiu pela chácara e não deixou nenhum aviso. No mesmo dia os familiares já começaram as buscas na região.

A Polícia Civil entrou no caso e um mutirão foi montado para encontra o jovem. Os bombeiros foram acionados e durante 20 dias todos se concentraram nas buscas. Cães farejadores, helicóptero e imprensa com a atenção voltada para o sumiço, mas não houve nenhuma notícia, nenhuma pista que pode levar até José Maycon.

Já se foram sete anos de espera. Período suficiente para desestruturar toda a família. Os pais se separaram e os irmãos sofrem pela perda. Lorenna Alves, irmã de José Maycon, é quem dá o amparo necessário aos familiares, para que a vida continue apesar da saudade e da expectativa de um dia ter ele de volta ao convívio. “É pior do que a morte, a gente continua vivendo, mas sem compreender”, lamenta Lorena.

projeção de como estaria hoje José Maycon feita pela Divisão de Tecnologia, Pesquisa e Desenvolvimento da Polícia Civil.

Artigo anterior
Próximo artigoGoiás tem Delegacia do Meio Ambiente há 19 anos