Queda de helicóptero da Polícia Civil completa oito anos

0
1293

A última sexta-feira, 8 de maio, foi um dia triste para a Polícia Civil de Goiás, quando se completaram oito anos da queda do helicóptero da instituição. No acidente, morreram cinco delegados de polícia, dois peritos criminais e o acusado de uma chacina ocorrida em uma fazenda em Doverlândia, na Região Sudoeste do Estado, crime que havia sido reconstituído horas antes da tragédia.

Na queda, morreram os delegados Antônio Gonçalves Pereira dos Santos, Bruno Rosa Carneiro, Osvalmir Carrasco Melati Júnior, Jorge Moreira da Silva e Vinícius Batista da Silva; os peritos criminais Marcel de Paula Oliveira e Fabiano de Paula Silva; e o preso Aparecido de Souza Alves, réu confesso pelos assassinatos de sete pessoas.

O acidente foi um fato marcante na história da Polícia Civil goiana, principalmente porque os policiais estavam em serviço, empenhados em esclarecer detalhes de um crime que chocou a sociedade goiana. A memória desses bravos policiais jamais será esquecida.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorMãe policial – A arte de rimar ternura e bravura
Próximo artigoPresos quatro suspeitos de estelionato e associação criminosa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here