segunda-feira, junho 24, 2024

Foragido da Justiça de Goiás reage à prisão e é morto no Estado do Rio de Janeiro

Na data de ontem, 20 de junho de 2023, Eduardo Gomes da Silva, condenado pelo assassinato de dois irmãos e Policiais Civis em 16/09/2012, William e Washington (entenda o caso pelo link:https://www.policiacivil.go.gov.br/noticias/resposta-rapida-presos-assassinos-dos-policiais-civis-e-irmaos-washington-e-willian-oliveira.html), foi morto em confronto com Policiais Goianos em um sítio em Seropédica, na Baixada Fluminense. Além de tais crimes, Eduardo também foi condenado por sequestro e tráfico de drogas.

O fato aconteceu a partir de informações obtidas em conjunto entre o Grupo Antissequestro (GAS) de Goiás, Superintendência de Inteligência da Polícia Civil, Delegacia de Repressão ao Crime Organizado e CORE – Coordenação de Recursos Especiais da Polícia Civil, na tentativa incessante de prender o procurado da justiça em solo carioca; entretanto, houve forte reação à prisão e o desfecho acabou em confronto e consequente óbito do alvo.

As mortes dos policiais Washington e Willian no ano de 2012 provocaram enorme comoção no meio policial, principalmente pelo fato de serem irmãos e terem trabalhado em diversos municípios na região do Entorno do Distrito Federal (DF) e Delegacias Especializadas da Polícia Civil de Goiás. Outro fato que deixou os colegas policiais civis ainda mais desconsolados foi a liberdade prematura do condenado pelo duplo homicídio qualificado contra as vítimas, ocorrida em consequência da legislação penal vigente, até que Eduardo, já em liberdade, foi novamente condenado por dois outros crimes, sequestro e tráfico de drogas, tornando-se foragido desde então.

O SINPOL parabeniza toda equipe de Policiais Civis envolvidos nesta exitosa operação, marcada pela busca incessante, garra suprema e coragem desafiante de tentar prender um dos homens mais procurados do Estado de Goiás, buscando assim fazer valer a justiça. Entretanto, o procurado optou pelo confronto a ter que cumprir novamente suas obrigações com a justiça goiana.

COMPARTILHE EM SUA REDE SOCIAL:
Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
error: Recurso Desativado!