SINPOL acompanha projeto de lei sobre promoções na Assembleia

0
149

Colegas, sobre a votação da lei que promove mudanças nas datas de nossas promoções, gostaria de dizer que o SINPOL está acompanhando de perto todas as movimentações na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego). Nunca fizemos acordo com o governo sobre essa matéria. Fizemos sim, juntamente com outras entidades sindicais, gestão no sentido de garantir para este ano as datas de janeiro e julho.

O atual projeto de lei muda as regras. Se aprovado como está, as promoções acontecerão somente em julho a partir de 2016. De maneira nenhuma concordamos com isso e muito menos fizemos acordo nesse sentido. Hoje a lei seria votada, mas, com a atuação da deputada Adriana Accorsi e do deputado Major Araújo, que perceberam a ausência de muitos deputados e pediram a recontagem das presenças, a sessão foi suspensa e a votação remarcada para terça feira.

Atenta, a deputada Adriana Accorsi entrou em contato com o SINPOL e foi informada de que não houve nenhum acordo com o governo. Ela ocupou a tribuna, criticou o projeto porque ele contraria conquistas da categoria e pediu, junto com o Major Araújo, a contagem dos presentes, quando se constatou que não havia quórum.

Vejam que estamos acompanhando de perto tudo o que acontece naquela casa legislativa. Temos mantido contatos permanentes com os deputados, inclusive com o relator da matéria, Francisco Oliveira. Mas preferimos atuar com responsabilidade sem, contudo, abandonar a efetiva defesa dos interesses de nossa categoria.  Queremos salientar também que não nos preocupamos em divulgar notícias. Nós nos preocupamos, sim, em informar bem e com a verdade dos fatos, a todos os Policiais Civis.

Contem sempre com o SINPOL GO, para defender seus interesses e informar com ética e responsabilidade. O momento requer ampla mobilização da categoria para defendermos conquistas históricas, das quais não abriremos mão.

Paulo Sérgio Alves de Araújo
Presidente do SINPOL GO

Artigo anteriorAdvogado do Sinpol se reúne com classificadores e datiloscopistas
Próximo artigoIrmãos foragidos de Petrolina de Goiás são presos pelo CAOP de Anápolis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here