Polícia Técnico-Científica de Goiás recebe agradecimentos de MG por atuação em Brumadinho

0
620

Considerada referência nacional, a Superintendência de Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás recebeu nesta semana elogios e agradecimentos da Polícia Civil de Minas Gerais (PC-MG) pelo trabalho realizado em conjunto em função da tragédia de Brumadinho, que ocorreu há cerca de um ano, quando houve o rompimento de uma barragem de rejeitos.

Para o trabalho de apoio e logística foram encaminhados oito policiais, sendo um perito criminal da Seção de Antropologia Forense e Odontologia Legal (SAFOL) e sete auxiliares de autópsia. “A gente recebe com grande satisfação porque é um reconhecimento do trabalho exercido e também está relacionado a todo conhecimento que acumulamos durante o tempo de trabalho na instituição”, manifestou Daniel Toledo, auxiliar de autópsia e 2º vice-presidente do Sinpol que participou da operação.

Os profissionais goianos atuaram ininterruptamente em Minas Gerais por 15 dias. “Alguns dias, principalmente na primeira semana a gente entrava às 8h e ficava quase até às 22h porque era grande a quantidade de fragmentos que chegavam ao Instituto Médico Legal de Belo Horizonte”, explicou Daniel.

Segundo o auxiliar de autópsia, o trabalho envolveu a identificação de fragmentos humanos, animais e identificação das vítimas. “Depois da identificação, procedemos ao exame necroscópico. Muitos conseguiram fazer a identificação pelas digitais, outros fragmentos só foram possíveis através de DNA ou arcada dentária”, disse.

O apoio da Polícia-Técnico Científica de Goiás foi crucial para a manutenção do trabalho em Minas Gerais. “Chegamos ao IML de BH após uma semana de trabalho e a equipe de lá estava exaurida. Foi fundamental a nossa ajuda porque eles puderam dividir o trabalho conosco e [tiveram] um certo alívio e descanso, porque eles já estavam trabalhando há uma semana sem parar”, reiterou Daniel.

As equipes de Odontologia e de Medicina Legal da Polícia goiana foram acionadas devido à sua alta capacidade técnica e experiência em análises de vítimas em estado de decomposição mais avançado, razão pela qual são reconhecidos nacionalmente como referência em investigações desse tipo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here