Não somos heróis nesse processo!

0
999

A continuidade de nosso trabalho enquanto tantos estão reclusos em seus lares é específica de nossa profissão. Estamos cumprindo nossa missão de servir, de sermos úteis e eficientes no enfrentamento dessa enorme crise. Doamos nossa força, nosso trabalho, mas isso jamais nos exime do medo da pandemia e da morte, do receio de contrairmos a doença e de transmitirmos aos que amamos. Porém, o sentimento de medo não nos autoriza o recuo do dever diário. Avançamos impulsionados pela ideia de que estamos protegendo outras vidas e, assim, impedindo que se alastre o vírus. Pedimos que orem por nós e que fiquem em suas casas. Nos ajudem a passar por essa batalha!

Artigo anteriorPoliciais prendem comerciante que manteve estabelecimento aberto em Jataí
Próximo artigoPoliciais apreendem meia tonelada de maconha em Goiânia