Operação Piratas do Campo desbarata organização criminosa em Goiânia

0
562

A Polícia Civil de Goiás, por intermédio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), após detida investigação, desarticulou uma organização criminosa especializada em roubos, receptações e falsificações de defensivos agrícolas.

Dois galpões com mais de 1,9 mil metros quadrados cada um foram localizados em Goiânia após cinco dias de campana. Policias da Decar apreenderam mais de R$ 15 milhões em defensivos agrícolas, medicamentos veterinários, gêneros alimentícios, aço para construção civil, bebidas, sementes, motores para irrigação rural e outros produtos.

Nove veículos, dentre eles caminhões e micro-ônibus, além de customizados maquinários para a falsificação de defensivos também foram apreendidos, produtos que somados ultrapassam R$ 1 milhão.
A investigação identificou o grupo criminoso que roubava cargas de venenos agrícolas de marcas reconhecidas internacionalmente e acrescentava aos produtos etanol e corantes, multiplicando em até 20 vezes o volume dos produtos, que eram reintroduzidos no mercado em embalagens com etiquetas e lacres que imitavam os originais.

Os organizadores e líderes do esquema, entre os quais donos de gráficas, fabricantes de embalagens e tampas, empresários do ramo de compra e venda de defensivos, já foram identificados e tiveram suas prisões decretadas. Sete pessoas já foram presas.
A maioria das vítimas já foi localizada e a maior parte dos produtos, restituída.
Com a Operação Piratas do Campo, Goiás mostra, mais uma vez, que as rodovias que cruzam o estado são as mais seguras do país.

Destaque-se o importante papel desenvolvido pela Polícia Técnico-Científica nas perícias de local e de constatação da originalidade dos produtos.

 

Artigo anteriorSolidariedade e orações 
Próximo artigoAgente da Polícia Civil, Gilma Custódio morre vítima de complicações da Covid-19

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here