Inaugurado grupo que investiga crimes de intolerância

0
1147

Hoje é um dia significativo na Polícia Civil: a inauguração do Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Geacri). Com essa implantação, Goiás fica entre os 10 primeiros do país a contar com uma delegacia especializada em crimes dessa natureza.

Com isso, a Polícia Civil de Goiás espera dar respostas a condutas que, até pouco tempo, não eram consideradas criminosas e que, por vezes, não recebiam a devida atenção das autoridades, além de reforçar nos servidores os conceitos de empatia e tolerância, com foco no reconhecimento das diferenças.

O Geacri vai funcionar funcionará em local anexo à Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), no Jardim Bela Vista, em Goiânia, e tem atribuição investigatória estadual, passando a investigar os crimes de racismo, injúria racial, intolerância religiosa, crimes de caráter homofóbico e outros praticados contra os grupos de vulneráveis.

Em formato Delegacia Escola, o grupo vai ainda capacitar policiais que atuarão na unidade, assim como servidores de demais delegacias, uma iniciativa inédita no Brasil. O grupo também deve atuar na conscientização da população e resgate da cidadania das vítimas de racismo, discriminação e intolerância, seja ela por cor, etnia, religião, condição, orientação sexual ou identidade de gênero.

SERVIÇO:
Telefone: (62) 3201-2440 e
Whatsapp (62) 98495-2047
e-mail: geacri.pcgo@gmail.com / geacri-goiania@policiacivil.go.gov.br.

Artigo anteriorDezesseis anos da informatização da Polícia Civil: um processo que ainda não acabou
Próximo artigoCONVÊNIO – Psicopedagogia