O dia hoje “se veste de azul” para lembrar que o 2 de Abril é dedicado ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A cor azul foi escolhida, por haver, em média, 4 homens para cada mulher com esse transtorno.

Nunca se falou tanto nessa causa e pela primeira vez, o IBGE vai quantificar as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no Brasil no Censo Demográfico 2022 que deve ocorrer entre os meses de junho e agosto.

Essa data foi escolhida em 2007 pela ONU com o objetivo de levar informação à população para reduzir a discriminação e o preconceito contra as pessoas que apresentam esse espectro e o Sinpol Goiás recorreu a uma especialista para nos explicar um pouco mais. Nós conversamos com a Coordenadora da Seção de Psicologia da Divisão de Proteção a Saúde do Servidor da Polícia Civil, Aline Resende.

Clique aqui para ver a entrevista

TRANSTORNO
O autismo é um transtorno neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não verbal e comportamento restrito e repetitivo, mas terapias adequadas a cada caso podem auxiliar essas pessoas a melhorar sua relação com o mundo.

O autista tem direito ao atendimento prioritário em todos os segmentos previstos no Estatuto da Pessoa com Deficiência e embora existam leis que os ampare, as famílias encampam verdadeiras batalhas para fazer valer seus direitos no acesso à saúde, cultura, lazer e na educação.

Policial Civil, é importante saber, que a instituição tem uma Divisão de Proteção à Saúde do Servidor que é a sua aliada quando o assunto for a sua saúde e da sua família.

Artigo anteriorSinpol Goiás garante distribuição de móveis ergonômicos para escrivães
Próximo artigoIntegração entre polícia civil de Goiás e SP prende mais de 40 criminosos que aplicavam o golpe do novo número