Inspetor Galeno morre aos 104 anos

0
1496

Aos 104 anos, morreu nesta segunda-feira (14) o inspetor Galeno, policial civil que ficou conhecido por continuar a desempenhar sua função mesmo após completar um século de vida. A causa da morte não foi divulgada pela família.

Inspetor Galeno Nicodemos Braga entrou para a Polícia Civil (PC) na década de 1960, mas sua relação com a Segurança Pública iniciou muito antes: em 1938 foi nomeado delegado de Caiapônia por Pedro Ludovico Teixeira. A partir de 1950, começou a trabalhar como inspetor em Trindade.

Uma década depois foi diplomado no curso de detetive e inspetores no primeiro curso da Escola de Polícia, primórdios da PC.

Em 2016, foi homenageado pela PC e ganhou um selo com a imagem foi lançado pelos Correios, em lembrança ao centenário do policial. Inspetor Galeno frequentou a Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) até 2018, se tornando uma referência de dedicação para os policiais mais novos.

Em suas entrevistas para a imprensa, inspetor Galeno contava que estar na Polícia Civil era um sonho de criança. “Desde menino tinha vocação para ser polícia”, disse uma vez ao jornal O Popular.

Clique [AQUI] para acessar a entrevista.

O inspetor deixa esposa, filha e um legado a ser seguido por todos os policiais civis.

O velório de Galeno será realizado nesta terça-feira (15) a partir das 9 horas, na sala Fênix em frente ao Cemitério Parque. O sepultamento está marcado para as 16 horas.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorPoliciais civis participam de manifestação pelo pagamento do salário de dezembro
Próximo artigoAcademia Auto Estima

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here