Policiais terão suspensão de seis meses das progressões

1
1403

Mesmo após muita articulação, os sindicatos dos servidores estaduais da área da Segurança Pública não conseguiram retirar da PEC que revoga os fundos constitucionais do Vale do São Patrício (144-A) e Norte Goiano e do Nordeste Goiano (144-B) uma emenda estranha ao projeto que tratava da progressão dos servidores.

Os servidores públicos conseguiram a rejeição da primeira proposta, que tratava da suspensão das progressões por 9 anos. No entanto, após a primeira vitória, o governo reduziu a suspensão por seis meses, que serão acrescidos aos dois anos que os policiais já estão sem o direito.

O chamado “jabuti” foi incluído na PEC após os sindicatos terem aberto diálogo com os deputados para derrubar o projeto, no entanto o presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira, não acatou um novo pedido de destaque apresentado pelo deputado Delegado Eduardo Prado, que retirava os policiais civis do projeto.

“A proposta apresentada é inconstitucional porque um projeto não se pode tratar da mesma matéria dentro do mesmo exercício”, afirma o policial civil Elton Magalhaes, diretor parlamentar do Sinpol. Segundo ele, a emenda à PEC votada afeta todos os policiais civis, mas principalmente os datiloscopistas e polícias de classe única, que só contam com as progressões, não têm promoções.

“Conseguimos reduzir o período de 2 anos para 6 meses sem progressão, sendo que já tem 3 anos que não temos progressão, mas ao final, não conseguimos retirar essa proposta do projeto”, afirma Magalhães. A última progressão da categoria foi em 2016.

O projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça nesta quarta-feira, às 18 horas, na Assembleia Legislativa de Goiás, e aprovado, posteriormente no plenário da Casa.

O Sinpol reconhece e agradece a participação de todos os envolvidos nessa verdadeira luta para evitar a perda de direitos ao apagar das luzes de 2020, ressaltando o apoio do presidente do Sindicato dos Policiais Penais, Maxsuell Miranda das Neves e dos deputados de oposição, que estiveram ao lado em todos os momentos, orientando e buscando apoio.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here