Policiais de Goiás participam de operação que prende assaltantes de banco no Pará

0
274

A Polícia Civil do estado de Goiás, por meio do Grupo Antirroubo a Bancos da Delegacia de Investigações Criminais – GAB/DEIC, em apoio à operação STRIKE, desencadeada pela Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA) do estado do Pará, realizou, no último dia 4, a prisão de dois envolvidos em roubo ao Banco do Brasil da cidade de Cametá (PA).

A “Operação Strike” foi deflagrada com vistas ao cumprimento de Mandados de Prisão Preventiva de integrantes do grupo criminoso que promoveu uma ação de roubo qualificado conhecida como “novo cangaço” contra o Banco do Brasil do Município de Cametá (PA), no último dia 2 de dezembro de 2020.

Na ocasião, um grupo de aproximadamente 12 assaltantes fortemente armados tomou a cidade e utilizou moradores da cidade como reféns para atacar com explosivos a Agência Bancária, cercando e atirando contra o Quartel da Polícia Militar. Na ação criminosa, um refém foi atingido e morreu na Praça Central da cidade após ser alvejado com um disparo na cabeça efetuado por um dos criminosos.

As investigações apontaram que os indivíduos presos em Águas Lindas de Goiás tiveram participação direta no planejamento, financiamento e execução do delito. Tais indivíduos, um homem de 27 anos, com antecedentes por lesão corporal e estelionato, e uma mulher de 30 anos com passagem policial por furto qualificado residem em Goiás há aproximadamente 5 anos.

Durante a deflagração da Operação, foram apreendidos aparelhos celulares, drogas e um veículo utilizado na logística do bando e preparação do roubo. Também foi lavrado auto de prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas em desfavor dos indivíduos presos, sendo apreendido 1,5kg de maconha na casa em que moravam.

Outros dois indivíduos envolvidos com o crime já haviam sido presos anteriormente, um deles em 17 de dezembro de 2020 e outro no dia 3 de fevereiro deste ano, respectivamente nas cidades de Wanderlândia (TO) e Tucuruí (PA).

Assista parte da atuação dos criminosos no link abaixo:

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here