Com ajuda de colegas, escrivã realiza cirurgia neurológica

0
348

Policial civil há quase 40 anos, Nelia Lucia Pereira Artiaga, 60 anos, conhecida como Nelinha, venceu mais um desafio no início do mês de maio: a retirada de um meningioma (tumor benigno) que estava na membrana do cérebro. “Era para ser uma microcirurgia, mas o tumor era maior do que esperado e o médico decidiu tirar tudo. Agora já estou bem, em recuperação e em casa”, conta a escrivã de polícia.

Depois da cirurgia, Nelinha ficou um dia na UTI e depois foi para um quarto. “A fala ainda está um pouco prejudicada, mas o médico disse que vai melhorar com o passar do tempo. Na verdade, já está melhorando. Não vou precisar nem procurar um fonoaudiólogo”, comemora a escrivã. Se o tumor não fosse retirado por inteiro, conta Nelinha, as sequelas poderiam ser muito maiores.

Nelinha teve ajuda dos colegas policiais para pagar a cirurgia, que não teve cobertura completa do Ipasgo. A escrivã conta que uma rifa organizada pelos profissionais da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores recebeu doações de todo o Estado. “Além do pessoal daqui, recebi também muito apoio de colegas do Entorno do Distrito Federal e também do sindicato. Sou muito grata a todos”, diz Nelinha.

Nelinha já havia se recuperado de uma outra cirurgia no cérebro, que aconteceu em setembro do ano passado, quando foi retirado um aneurisma.

Artigo anteriorDepois de 27 anos na Polícia Civil, Orlando de Souza Vaz, ex-presidente do Sinpol-GO, aposenta-se
Próximo artigoProcedimento Operacional Padrão – POP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here