Policiais civis conseguem bloqueio de R$ 58 milhões de suspeitos de corrupção

0
322

Policiais civis da Delegacia Estadual de Combate à Corrupção (Deccor), madrugaram hoje, 26, para cumprir 13 mandados de busca e apreensão em Goiânia e cumprir o bloqueio de valores e de bens (7 veículos de luxo) determinados pela Justiça no total de R$ 58 milhões dos investigados com a Operação Mérida. Policiais constataram indícios de fraude em licitações da Secretaria de Segurança Pública de Goiás entre os anos de 2013 a 2018.

Seis servidores públicos foram afastados de suas funções e o empresário dono de uma empresa de tecnologia favorecido pelo Grupo já foi investigado pela Operação Monte Carlo.

Os policiais civis descobriram indícios do esquema criminoso instalado na Gerência de Informática e Telecomunicações da SSP-GO, que teria direcionado fraudulentamente 20 licitações à mesma empresa de tecnologia, entre os anos de 2012 a 2018.

A fraude resultou na no desvio de R$ 56 milhões a esta empresa em razão de contratos para prestação de serviços diversos, como a implantação do sistema de videomonitoramento nas vias públicas da capital e locação de câmeras de alta definição para o Estado.

Os policiais civis seguem mantendo o combate à corrupção como prioridade, mesmo sabendo que ainda falta muito para terem seus direitos respeitados.

Fotos e vídeos: Polícia Civil de Goiás

#operacaomerida #combateacorrupcao#databaseja #policiaiscivisnasruas #sinpolemacao

Artigo anteriorENCONTRO PRODUTIVO PARA OS POLICIAIS CIVIS
Próximo artigoPoliciais atuam no combate a posse e porte ilegais de armas