Acusado de mentir, Sinpol apresenta estatísticas sobre escalada da violência em Goiás

0
157

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO) realizará uma entrevista coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 20 de abril, às 14h30, para falar sobre a campanha lançada pela entidade e a consequente reação das autoridades da Segurança Pública do Estado, que, em nota oficial, acusam o Sinpol de mentir quando diz que os policiais são desvalorizados, que não contam com condições de realizar bem seu trabalho de servir a população e que Goiás pagará o menor salário de todo o país, R$ 1,5 mil brutos, conforme lei aprovada pela Assembleia Legislativa.

A coletiva será realizada no 6º distrito policial, na Cidade Jardim, local que ilustra bem a situação para a qual o Sinpol chama a atenção da sociedade: sem delegado e com apenas três policiais – dois agentes e um escrivão –, ele será desativado e sua estrutura será incorporada à do 20º distrito, que já tem uma das maiores áreas de atuação em Goiânia e, sabidamente, não tem estrutura sequer para atender a demanda que já tem hoje, quanto mais à que será agregada. Isso porque o 6º DP hoje atende uma área composta por cerca de 40 bairros e uma população estimada em mais de 51 mil habitantes, segundo o Censo do IBGE.

A campanha do Sinpol, que tem como mote “Quando o Estado deixa a segurança pública de lado, a vítima principal é você”, é composta por vídeos, outdoors e um hotsite, e mostra, de forma clara e objetiva, o que a população sente de perto no dia a dia, com o avanço da criminalidade. Os dados que serão apresentados mostram que a violência continua a crescer. Enquanto isso, os policiais, em pequeno efetivo e sem estrutura para trabalhar, sofrem com a desvalorização deliberada da categoria.

Serviço
Assunto:
 Entrevista coletiva do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol)
Data: Quarta-feira, 20 de abril

Local: 6º Distrito Policial – Rua Itumbiara, qd. 154, lt. 11, Setor CidadeJardim

Horário: 14h30

Artigo anteriorSociedade manifesta apoio à campanha do Sinpol-GO
Próximo artigoPoliciais relatam orgulho por campanha de valorização

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here