Sinpol conclama policiais a lutarem pela reestruturação da carreira

0
141

Em mais uma investida contra a categoria dos policiais civis do Estado de Goiás, o governo do Estado negou a proposta apresentada pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) e outras entidades para a reestruturação da nossa carreira. O pedido foi analisado e negado pelo Conselho Estadual de Políticas Salariais e Recursos Humanos (Consind). A resolução que traz a decisão do órgão colegiado de negar nosso pedido é assinada pelo presidente do Consind e titular da Segplan, Joaquim Mesquita.

Essa negativa absurda tem de servir pelo menos para uma coisa: para mexer com nossos brios. Não podemos mais aguentar tanta humilhação. Aliás, a forma como o governo vem nos tratando extrapolou os limites do descaso e já virou sarcasmo. Mais do que nunca temos de nos mobilizar. E o momento é na nossa assembleia geral, marcada para o próximo dia 15 de setembro, quinta-feira, na Câmara Municipal de Goiânia. É imperioso que todos os policiais civis participem. Vamos de cabeça erguida, porque sabemos do nosso valor e da importância do nosso trabalho.

O fato de o Consind negar nosso pedido não quer dizer que não haja outras ações a serem feitas. Não podemos e não vamos aceitar mais esse desrespeito. Vamos juntos mostrar nossa insatisfação e aumentar o apoio da sociedade (que já temos) à nossa causa. É importante fazer um esclarecimento: pela proposta que apresentamos, a reestruturação só começaria em dezembro de 2017, ou seja, não haveria impacto imediato.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorEsclarecimentos sobre a progressão
Próximo artigoDiretor do Sinpol assume Secretaria-Geral da Cobrapol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here