Diretoria da Polícia Civil vai ao Sinpol tratar da reestruturação da carreira

0
152

Membros da Diretoria da Polícia Civil participaram hoje de reunião na sede do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol), em Goiânia, para tratar da reestruturação da carreira dos policiais civis. Durante o encontro, foram traçadas estratégias para iniciar a conversação com responsáveis por setores estratégicos dentro do governo do Estado para tratar desta, que é a principal reivindicação dos policiais civis do Estado de Goiás. A Diretoria-Geral da Polícia Civil se comprometeu a participar das negociações, junto ao Sinpol, para avançar nesse sentido.

Participaram da reunião o Delegado-Geral Adjunto, Marcelo Aires; a Corregedora-Geral da Polícia Civil, Lilian de Fátima Rosa Sena Lima; o gerente de Gestão e Finanças, Everaldo José Eustáquio; a Assessora da Superintendência de Política Judiciária, Tatyane Gonçalves Cruvinel Costa; e o gerente de Planejamento Operacional da PC-GO, Gustavo Carlos Ferreira. O Sinpol estava representado por seus diretores. Esta foi a primeira vez que membros da Diretoria-Geral da PC foram até o Sindicato para discutir assuntos de interesse da categoria.

O encontro foi possível graças à atuação insistente do Sinpol no sentido de manter as negociações com o governo do Estado, mesmo diante de situações adversas e de algumas negativas, apesar de a proposta de reestruturação apresentada pelo Sinpol só ter impacto financeiro a partir do final de 2017. Em recente resposta a ofício do Sindicato, a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) investiu a Diretoria da Polícia Civil de autorização para tratar do assunto junto ao Sinpol. “O Sindicato jamais desistiu da reestruturação da carreira dos policiais civis e agora, com apoio da Diretoria da Polícia Civil, vamos mostrar que o que buscamos é justo e factível”, diz o presidente do Sinpol, Paulo Sérgio Alves de Araújo.

Ele lembra – e o assunto foi tratado na reunião – que o Sinpol é a única entidade que tem legitimidade para representar os policiais civis, ativos e inativos, em situações que envolvam dissídio e leis, como a de reestruturação da carreira. “Qualquer outro esforço em apresentar proposta diversa a essa corresponderia a desrespeito às decisões de assembleias anteriores e só enfraquecerá a discussão”, alerta Paulo Sérgio.

O Delegado-Geral Adjunto da Polícia Civil disse que na reunião “foi plantada a sementinha”, já que o assunto envolve várias pastas do governo estadual, diversas instâncias. “Vamos usar com estratégia essa abertura para negociação. Esta é uma primeira conversa, mas tenho visto a angústia dos policiais e o que está sendo pedido é justo, factível, possível e real de ser obtido”, disse Marcelo Aires.

Promoção
Durante o encontro também foram tratados outros assuntos que envolvem a carreira dos policiais civis. O Sinpol oficiou hoje a Diretoria-Geral para que determine que os delegados procedam a avaliação de todos os policiais aprovados no concurso de 2014, que estão em estágio probatório, para que em julho do ano que vem estejam aptos a serem promovidos. O Delegado-Geral Adjunto adiantou que o pedido será atendido.

Também ficou definido que a DGPC vai oficiar pedindo a retificação do decreto que tratou das promoções dos policiais civis em julho do ano passado, para que seja concedida a retroatividade de julho a dezembro, pela via administrativa, independentemente do ingresso de ações judiciais para resolver a questão.

Investimentos
Os representantes da Diretoria da Polícia Civil também apresentaram uma breve prestação de contas sobre investimentos recentes, chamando a atenção para a frota própria, que contará com cartão virtual, visando à solução de problemas com veículos terceirizados e a dar mais agilidade. Outro assunto foi o Programa Dinheiro Direto nas Delegacias e Quartéis (PDDQ), que deverá ser ampliado. E ainda o mobiliário para os cartórios de polícia, que deverá chegar em breve para as delegacias de Goiânia, Anápolis e da região do Entorno do Distrito Federal.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorTrabalhar como policial civil me dá a oportunidade de lutar contra a impunidade
Próximo artigoDiretores do Sinpol visitam secretarias de Estado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here