Sinpol-GO participa de reunião com plantonistas e delegado regional

0
142

O diretor financeiro do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO), Henrique César de Araujo, participou na manhã desta sexta-feira (25) de uma reunião com policiais civis plantonistas e o delegado regional Fábio Vilela. Entre os assuntos discutidos no encontro de hoje está o descontentamento dos plantonistas com os delegados que não fazer a parte que lhe é devida na Instrução Normativa.

Ainda de acordo com a categoria, alguns delegados não ficam na delegacia para lidar com flagrantes nos plantões, por exemplo, deixando a atividade ao cargo do escrivão. Os plantonistas presentes citaram situações em que delegados estavam escalados para um plantão e alguma operação ao mesmo tempo, prejudicando principalmente o escrivão. Em resposta, Vilela informou que apoia o cumprimento da Instrução Normativa e solicitou aos policiais – em especial aos escrivães – que comuniquem qualquer desvio por parte dos delegados de polícia e também de escrivães que estão realizando atribuições de delegado de polícia.

Na oportunidade, o delegado regional também pediu maior união entre as equipes plantonistas, para que possa existir auxílio mutuo em toda situação, principalmente aquelas envolvendo presos e objetos conduzidos por policiais militares, para que sejam evitados excessos e abusos por parte destes. Também foi abordada a aposentadoria de alguns policiais do plantão.

Durante a reunião também foi solicitado que os policiais civis tenham cuidado no uso de suas senhas de acesso aos sistemas de segurança pública, evitando o compartilhamento uns com os outros e proibindo esse compartilhamento com estagiários. Foi solicitado também que os estagiários não tenham acesso aos presos em hipótese alguma.

Também foi discutida a situação da cela do 1º Distrito Policial, que está abrigando presos oriundos de Pirenópolis. No local não há policiais suficientes para fazer a segurança e controle de acesso de pessoas ao local, o que facilita a entrada de drogas, celulares e outros objetos. Representantes da Diretoria Geral da Polícia Civil (DGPC) e Superintendência de Polícia Judiciária visitaram o local, mas não encontraram solução para o problema. Diante disso, os policiais do plantão ficaram com a atribuição até que o problema seja solucionado.

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorEsclarecimentos 24/11/2016
Próximo artigoSinpol esclarece não ter convocado Assembleia Geral da categoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here