Vacina contra gripe agora também é direito dos policiais

0
1019
Foto: Marcello Casal Jr./EBC

Policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas agora passam a fazer parte do grupo de vacinação

O Ministério da Saúde incluiu na tarde desta segunda-feira (22) mais um grupo prioritário na campanha contra gripe: os policiais civis e militares. No inicio, a vacinação contra a gripe estava restrita a crianças e gestantes. Agora, pessoas de outros grupos prioritários, dentre eles os policiais, podem ir aos postos se vacinar de forma gratuita até o dia 31 de maio.

Segundo a nota técnica do Ministério da Saúde, orienta-se que os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas devem apresentar documento comprobatório que informa a condição de policial militar ou civil na ativa. O Ministério da Saúde enviará doses adicionais da vacina Influenza às Unidades Federadas para vacinação deste novo grupo.

O Ministério da Saúde privilegia grupos de risco que estão especialmente expostos ao vírus da gripe – Influenza – ou correm um maior risco de complicações – até porque essa doença é mais grave do que um simples resfriado. O governo disponibilizou 63,7 milhões de doses. A meta é imunizar 90% do público-alvo.

Artigo anteriorFisiofamily
Próximo artigoSinpol luta por melhores condições dentro do texto da nova previdência

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here