SINPOL participa de reunião da COBRAPOL para definir ações sobre aposentadoria policial

0
1029

Na tarde desta última terça feira (03) o Diretor Jurídico Sinpol-GO e Secretário Geral da Cobrapol, Antônio da Costa, participou da Reunião do Conselho de Entidades e Diretoria Executiva da Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol), realizada na Sede da Nova Central Sindical dos Trabalhadores, em Brasília.

A principal pauta do encontro foi a Reforma da Previdência que, após a promulgação da Emenda Constitucional n.º 103/2019, avança, também, nos estados, como é o caso do Estado de Goiás. Em muitos casos, inclusive, piorando os termos apresentados na proposta aprovada no Congresso Nacional.

Outra preocupação da reunião foi a tramitação da PEC 133/19, conhecida como PEC Paralela, que estende os efeitos da Emenda 103 aos estados. O texto já foi aprovado no Senado e está em tramitação na Câmara Federal.

“Esta reunião foi muito importante para definir ações e estratégias que visam fortalecer nossas ações para reduzir os efeitos nefastos da Reforma Previdenciária, que destruiu direitos dos policiais em nível federal e tem assombrando alguns estados, inclusive com prejuízos já votados em algumas unidades federativas”, destacou André Gutierrez, Presidente da Cobrapol.

Além dos representantes goianos, a reunião contou com uma comissão com componentes de vários estados. Eles elaboraram um documento a ser encaminhado pela Cobrapol a todos os governadores, apontando o caráter justo de uma aposentadoria e pensão aos policiais civis similares à oferecida aos militares, com paridade, integralidade, pensão com resguardo às famílias dos policiais e uma transição justa, que não puna os trabalhadores que começaram trabalhar mais cedo e estão próximos de concluírem os requisitos para sua aposentadoria.

“Além desse documento, queremos promover informações a todas as entidades para subsidiar na discussão e negociações em seus respectivos estados e orientar da melhor maneira possível para minorar os efeitos das reformas”, disse Marcilene Lucena, Presidente da Feipol-CON.

Deliberações

As deliberações da reunião ainda serão concluídas até a próxima sexta-feira (06) e contará com a construção de propostas de emendas ao texto da PEC Paralela a ser trabalhada junto aos deputados federais na Câmara Federal. O trabalho terá a participação e coordenação direta do Diretor Jurídico da Cobrapol e Presidente do Sinpol-RS, Mario Flanir.

Em breve o calendário de atuação e manifestações será apresentado pela Cobrapol e a atuação das entidades e dos policiais civis de todo o Brasil é essencial para o sucesso dos pleitos da categoria. Foram motivos de debate, também, a reforma administrativa e sindical que estão tramitando no Congresso Nacional e o Presidente Gutierrez disse que o jurídico da COBRAPOL irá atuar para um parecer sobre as propostas em trâmite e a partir daí definir o melhor caminho para atuar nessas questões.

Sinpol-GO

De acordo com o Diretor Jurídico do Sinpol-GO, é necessário a participação e o apoio da Cobrapol na defesa da aposentadoria policial nos estados. Ele, inclusive, entende que é necessário que seja disponibilizado modelos de emendas às previdências estaduais para serem entregues aos sindicatos. Este modelo servirá para auxiliar os sindicatos na defesa da aposentadoria policial

Artigo anteriorPolícia Civil prende autor de tentativa de feminicídio
Próximo artigoSede de Goiânia fechada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here