Delegacias reduzem número de servidores

4
834

A partir desta segunda-feira, 16, as delegacias da Polícia Civil de Goiás passam a funcionar com o quantitativo mínimo de servidores e os demais em regime de teletrabalho. É o que estabelece a Portaria 09/2020 da instituição. A medida tem como objetivo auxiliar na contenção da disseminação do novo coronavírus (COVID-19) em Goiás e tem duração inicial de 15 dias.

Os servidores trabalharão durante esse período em regime de escala, de maneira que cada sala de trabalho conte com no máximo três servidores ao mesmo tempo. Será dada prioridade ao atendimento por meios virtuais, de ligação telefônica, e-mail ou aplicativo de mensagens e as reuniões presenciais deverão ser evitadas. As delegacias irão atender apenas os casos urgentes: homicídio e feminicídio; estupro; sequestro, entre outros.
Os policiais civis que tiverem dúvidas sobre o coronavírus podem ligar para a Divisão de Proteção à Saúde do Servidor, por meio do telefone (62) 3201-9585 – durante o horário de expediente, ou por meio do telefone celular (62) 98406-1920 – fora do horário de expediente.

Clique aqui e leia a Portaria na íntegra!

Artigo anteriorComunicado!
Próximo artigoVacinação contra a gripe: profissionais da Segurança Pública estão no 2º grupo de risco

4 COMENTÁRIOS

  1. Favor retiram tal notícia porque desde ontem a noite informei aos mesmos que isto não condiz com a realidade. Compromisso com a verdade é a única coisa que esperamos de um órgão representativo.

    • Geverson, está havendo uma inversão de responsabilidade de sua parte. Não é a entidade que deve retirar a nota oficial, são os delegados dissidentes que devem adequar suas ações à normativa. Casos de descumprimento devem ser reportados à Administração que é quem tem competência para fazer cumprir a instrução.

    • Olá, Ana.

      Os casos de descumprimentos devem ser levados ao conhecimento da Administração para as sanções que o caso requeira. Não é questão de entendimento, mas, de acatar determinação superior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here