Polícia Civil prioriza teletrabalho e delegacia virtual para conter avanço do coronavírus

0
868

A Polícia Civil do Estado de Goiás publicou nesta segunda-feira, 8, a Portaria 023/2020, que fixa procedimentos a serem adotados para auxiliar na contenção da disseminação do novo coronavírus.

Devem ser priorizados o teletrabalho e o atendimento por meio da delegacia virtual, nos casos compatíveis com o uso dessa ferramenta, ampliando ainda o atendimento por meio de ligação telefônica, e-mail ou aplicativo de mensagem instantânea, com o objetivo de reduzir, nas delegacias de polícia, o atendimento presencial ao público. A medida foi tomada depois da confirmação de 14 casos de Covid-19 entre servidores da Polícia Civil.

Embora preveja essas modalidades de trabalho, a portaria determina a autuação de todos os tipos penais, devendo, obrigatoriamente, ser observadas as regras de agendamento de horário, controle da entrada de pessoas nas delegacias por policiais civis, impedindo a aglomeração de pessoas, uso de máscara e disponibilização de álcool em gel, entre outras medidas. A periodicidade dos atendimentos deverá ser fixada pelos delegados titulares das delegacias, que devem zelar pela preservação da saúde.

A quantidade de servidores presenciais nas delegacias deverá ser fixada pela chefia de cada unidade, a quem caberá estabelecer as atividades a serem exercidas em teletrabalho e fiscalizar o trabalho remoto. A portaria determina ainda que seja mantida a suspensão de todos os cursos presenciais da Escola Superior da Polícia Civil.

Veja a portaria aqui: Portaria 023/2020

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorServidores da Segurança Pública cobram pagamento imediato de promoções
Próximo artigoMudança na Secretaria de Segurança Pública de Goiás