Policiais civis fazem ato contra a violência e pela vida

0
161

“Nós, policiais, fazemos parte da sociedade e como tal, também somos vítimas da violência. Isso precisa ter fim”. Com essas palavras, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol), Paulo Sérgio Alves Araújo, traduziu o sentimento da categoria diante do avanço da criminalidade, a despeito da falta de investimentos em segurança pública no Estado de Goiás. Os policiais civis realizaram um ato contra a violência e pela vida na tarde desta quinta-feira, 18, na Praça Cívica, em Goiânia.

Foram lembrados episódios recentes de violência que tiveram como vítimas policiais, entre eles, o agente da Polícia Civil Oscar Charife Abrão, morto a tiros na madrugada do último dia 7 em uma lanchonete no Setor Oeste, em Goiânia. “O que mais chocou a sociedade é que ele foi morto em combate, tentando defender os frequentadores do local da ação dos criminosos, trocando tiros com bandidos”, destacou Paulo Sérgio.

Participaram da manifestação dirigentes da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e do Sinpol do Distrito Federal, além da deputada estadual Adriana Accorsi, delegada de polícia, e do também deputado estadual Major Araújo. A manifestação foi realizada conjuntamente com a União Goiana dos Policiais Civis (Ugopoci).

SINPOL LIVRE E TRANSPARENTE!

Artigo anteriorA Segurança Pública no Brasil
Próximo artigoNegociações asseguram avanços para a categoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here