Policiais prendem suspeito por crime de homicídio doloso

0
1420

A Polícia Civil de Cocalzinho de Goiás em conjunto com o destacamento da Polícia Militar do município prenderam neste final de semana, os autores de um crime de homicídio doloso.

O crime aconteceu no Distrito do Girassol, em Cocalzinho de Goiás, vitimando Claudionor Alves.

Na sexta-feira (19), após ser acionada sobre um possível local de furto com arrombamento, a Polícia Militar de Cocalzinho constatou no quarto da casa a presença de um cadáver coberto de sangue e com sinais de violência.

No decorrer do trabalho pericial de local de crime, suspeitou-se do envolvimento da esposa da vítima e sua enteada, de apenas 14 anos. Já nas entrevistas preliminares, ambas se divergiam sobre o ocorrido, alterando seguidamente as versões.

Prosseguindo com o estudo do caso, os vestígios constatados pelos peritos e investigadores apontaram para a ocorrência de um bárbaro crime de homicídio, onde a vítima havia sido atacada enquanto dormia, sem a mínima chance de defesa, sofrendo mais de cinquenta golpes de um objeto perfuro cortante, apresentando várias lesões na região dorsal, peitoral e pescoço.

Diante dos elementos que contradiziam as versões apresentadas pelas suspeitas, mãe e filha não suportaram sustentar as inverdades e assumiram a participação no crime. Após ser anunciada a situação de prisão em flagrante às duas, apontando seus direitos e garantias naquela circunstância, ambas resolveram revelar a veracidade dos fatos, assumindo que agiram associadas ao namorado da menor, imputável de 19 anos, que mediante um prévio planejamento desenvolvido há alguns dias, a esposa da vítima e sua filha facilitaram a entrada do terceiro comparsa e, após a vítima entrar em sono profundo, sua esposa saiu do quarto, permitindo a entrada do executor que, utilizando-se do instrumento fornecido pela sogra, ceifou a vida da vítima. Em seguida, os envolvidos esconderam numa mata as roupas, que ficaram sujas de sangue e o instrumento do crime.

O jovem fugiu, então, para Águas Lindas de Goiás. Em diligência, a polícia encontrou o autor, que confessou o crime, afirmando que o cometeu por conta da conduta agressiva e rotineira da vítima em desfavor da sua esposa, grávida, e sua enteada, que atualmente é namorada dele.

Artigo anteriorNota de falecimento
Próximo artigoOperação Data Saving prende suspeito de golpe contra servidores públicos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here